Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Portal da Igreja do Evangelho Quadrangular

Publicado em 07/02/2018

Fique por dentro

Milhares de pessoas vão às ruas para declarar que “Jesus é o Senhor da Bolívia”

Após a revogação do Código Penal da Bolívia, mais de 250 mil pessoas foram às ruas para declarar que Jesus é o Senhor da nação.


Milhares foram às ruas da Bolívia para declarar que Jesus é o Senhor da nação.(Foto: ANDEB)


Mais de 250 mil pessoas marcharam pelas principais ruas da cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, para declarar que “Jesus Cristo é o Senhor” do país, segundo a Associação Nacional de Evangélicos da Bolívia (ANDEB).


Em outras cidades como Sucre, La Paz e Oruro, as pessoas saíram às ruas para celebrar a Marcha Para Jesus.


“Nós, como povo cristão, queremos dar uma mensagem à Bolívia inteira de que a Igreja está unida nos princípios e valores em que acreditamos”, disse o pastor Oscar Menacho, membro da ANDEB.


A manifestação nas ruas acontece dias depois da suspensão do novo Código do Sistema Penal da Bolívia, que pretendia criminalizar a evangelização no país. O documento previa 7 a 12 anos de prisão para quem incentivasse pessoas a participarem de organizações religiosas ou de culto.


O presidente da Bolívia, Evo Morales pediu com urgência a revogação do Código em sua totalidade, depois que igrejas do mundo inteiro se uniram em oração para clamar a Deus por liberdade religiosa e pelas autoridades da Bolívia.


Nas ruas, os cristãos bolivianos marcharam em defesa da vida, da família e da liberdade religiosa. “Nós fomos para as ruas declarando dias melhores para a família, para as crianças e  para a juventude. Fizemos uma intercessão profética sobre cada família aqui da Bolívia. E declaramos que a Bolívia tem um dono, chamado Jesus Cristo”, disse Menacho.


Os pastores aproveitaram a marcha pública para orar pelas autoridades governamentais. “Oramos por todas as autoridades constituídas do país. Oramos pelo presidente, vice-presidente, senadores, deputados, prefeitos, governadores e conselheiros”, contou Menacho.


“Declaramos que a mão de Deus está sobre cada uma das autoridades e que elas estão despertando e abrindo seus olhos para a verdade indiscutível, que está na palavra do Senhor. E também declaramos que Deus está em todas as autoridades e que seja sempre entronizado, e que seja declarado que Jesus Cristo é o Senhor da Bolívia”, acrescentou o pastor.




Veja também:


"Eu queria morrer por Jesus, mas Ele me queria viva", diz cristã que sobreviveu a bombardeio